domingo, 28 de dezembro de 2014

Feliz Natal


"Coisas ruins acontecem ás vezes com as pessoas boas, não existe um motivo porque as coisas acontecem, elas só acontecem. A dor vai embora e no tempo certo será substituída pelas lembranças do passado. Você esquecerá a dor e começará a lembrar da alegria que ele trouxe pra sua vida"

"Nós, por alguma razão, achamos difícil, nos desprender do passado, não estou dizendo que não há espaço para lembranças, o que estou dizendo é que não se pode viver o hoje no passado, se não o seu futuro será exatamente igual ao ontem. Também não se pode viver só no futuro, se não o hoje apenas passa por você, o único modo de realmente ser feliz é se contentar com o presente.
Conecte-se com o momento"
Menino de ouro

Queridos pais de anjos, sei que essas datas comemorativas como Natal e Ano novo são realmente mito difíceis para nós. Muita saudade, muita lembrança do que foi vivido e do que poderia ter sido vivido... tudo com muita dor.
Essa semana vi esse filme que citei nos trechos acima, lindo, realmente inspirador. E percebi que o que o garoto fala no filme realmente é verdade. Minha dor foi embora, sinto saudade da minha pequena Cecí, penso todos os dias como seria se ela estivesse aqui, mas sem dor, apenas com saudade. Eu não acreditava que essa dor iria passar algum dia, algumas pessoas me diziam isso e eu pensava... como vai passar, impossível. Pois é amigos, mas é verdade, ela alivia. 
Segredo para isso? Uma fórmula mágica? ... O tempo, aceitação e fé.
O pior momento pra mim era acordar, sentia um aperto no peito que com o passar do dia aliviava. Agora acordo e sinto uma paz que a 2 anos não lembrava como era... sei que isso vai acontecer com todos vocês.
Acreditem num futuro melhor, num 2015 com muitas renovações e principalmente muito amor. Nossos anjos estarão sempre nos vigiando e torcendo para nos ver felizes novamente.
Um feliz Natal e um 2015 com muito amor e fé

Um comentário:

  1. Oi, Monique
    Nos meses que se seguiram à morte do Felipe eu tb acordava todos os dias sentindo um aperto no peito. E todos os dias eu pedia a Deus que me desse força pra passar por mais aquele dia. Concordo qd vc diz que a dor ameniza com o tempo e a aceitação. Tem momentos que ela fica mais forte de novo, mas para mim estes momentos tem sido cada vez menos frequentes.
    O Natal foi um destes momentos. No dia 25 chorei e fiquei imaginando como seria o primeiro Natal com o Felipe. Desde qd estava grávida eu já imaginava como seria este Natal, com um bebezinho na família.
    Num post anterior vc falou sobre terapia. Eu comecei a fazer 2 semanas após a morte do Felipe e acho que a terapia me ajudou muito em todo o processo.
    Uma vez alguém me disse a seguinte frase: não é pq vc é uma pessoa boa que só coisas boas acontecerão com vc. Acho que é isso mesmo. As coisas ruins simplesmente acontecem.
    Fiquei muito feliz em ver que vc aproveitou o chá de bebê do Gabriel. Imagino que vc faça um esforço diário para superar o medo e a ansiedade.
    Continuo na torcida para que tudo siga correndo bem.
    Um beijão e um feliz ano novo pra vc e sua família. Com a chegada do Gabriel, certamente será.

    ResponderExcluir