terça-feira, 19 de novembro de 2013

Mais uma vitória

Gosto de pensar que tudo que faço é uma vitória... desde levantar da cama. Mas no último final de semana considero que dei um passo gigantesco...
Nos últimos dias andava muito deprimida, com insônia, vontade de chorar e um certo desespero interno (se é que vcs me entendem). Minhas duas irmãs grávidas e todo o pânico de acompanhar uma gestante, ver um bebê e não transparecer o tamanho da minha dor ao ver meus sobrinhos qd nascerem e lembrar da minha princesinha.
Até recebemos um convite para uma  viagem com amigos. Fomos visitar uns parentes, quando chegamos lá tinha uma menininha de 2 meses. No início (vou confessar) não conseguia chegar perto do bebê  e isso ocorre desde de que minha pequena partiu, quem é mãe de anjo sabe o pq chegar perto de uma gestante ou de uma criança que lembre a idade da nossa dói tanto. Não é inveja, é "apenas" DOR... como se revivescemos tudo de novo.
Mas enfim, saímos de la e fomos convidados para um jantar e eu sabia que a criança iria estar la. Minha vontade era não voltar, não ver, mas me obriguei a ir afinal minhas duas irmãs estão grávidas e vou ter que enfrentar isso de alguma forma. Fui... chegando la fiquei bem incomodada, não sei explicar, como disse, apenas mães e pais de anjos sabem o que isso significa. Percebi que meu marido também não se sentiu a vontade, mas como as pessoas não esperam reação de um homem frente a um bebê acho que passou mais despercebido. Quase no final da noite dei o primeiro de muitos passos que vou ter que trilhar... fui ver e falar com aquele lindo bebê que também assim como a minha anjinha era uma menina. Foi maravilhoso, pq ela ficou toda faceira me olhando e lembrei da minha pequena qd me olhava e isso não me entristeceu, pelo contrário, me senti uma vitoriosa!!!
Acho que a cada passo vamos crescendo e percebendo que as coisas a nossa volta não acontecem para nos atingir, mas sim para que possamos passar por elas e carregar uma lição e uma vitória de cada etapa. Só o fato de conversar e olhar para um bebê me mostrou que eu posso muito mais e que só descobrimos o tamanho da nossa força quando realmente precisamos dela para sobreviver.
Desejo a essa e a todos os bebês e gestantes que conheço muita saúde e paz... aproveitem seus filhos e sua gestação o máximo possível, cada etapa é única e incrivelmente maravilhosa! Agradeço muito a Deus pelas 32 semanas em que ela esteve na minha barriga e pelos 19 dias que pule olhar pra ela, pega-lá no colo e acaricia-la e espero nunca esquecer destes momentos tão especiais.

Esse coração  a mamãe fez na praia meu amor.. só pra demostrar que nuca, onde quer eu vá, vou esquecer de você minha princesinha!!!
Te amo Cecília.