sexta-feira, 30 de agosto de 2013

4 meses sem Cecília aqui



Quatro meses sem meu anjo... o que dizer???
Estou bem e feliz... NÃO
A dor acabou completamente... NÃO
Esta sendo mais fácil levantar da cama e sair para trabalhar... NÃO
Já me acostumei com a saudade... NÃO
Agora já olho para uma criança com sua mãe sem sentir uma pontinha de “inveja”.... NÃO
Já consigo relaxar completamente na presença dos amigos... NÃO
Porém...
Ainda choro todos os dias... NÃO
Ainda tenho insônia todas as noites... não
Ainda acordo todos os dias penso que minha vida é um pesadelo... NÃO

 Muitas coisas passaram a ser um TALVEZ... DEPENDE... quem sabe

TALVEZ com o tempo tudo se transforme em um sonho bom
TALVEZ depois de algum tempo eu esteja contando essa história pra irmãozinho (a) dela
TALVEZ eu me torne depois de tudo isso uma pessoa melhor
TALVEZ eu aproveite e dê mais valor pra vida a partir de agora
TALVEZ meus amigos que tem seus filhos por perto reclamem menos
TALVEZ aqueles que não tem filhos comecem a pensar em tê-los

De uma coisa eu tenho certeza...
SIM... tive uma filha
SIM... ela foi o melhor presente que poderíamos ter recebido de Deus
SIM.... mudamos para sempre

SIM... vamos ama-la eternamente

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Ser mãe de anjo é...





Ser mãe de anjo é viver com a saudade que se instalou sem  permissão  e passar os dias  procurar algo para se distrair   para  ameniza lá e nada  alivia tudo leva a maldita saudade q insiste caminha juntas.

 Ser mãe de anjo é dormi rezando  pedindo a Deus que o amanhecer seja melhor do que o hoje...é acorda olhar o dia que insiste ser triste e pensar mais um dia de luta... e   anoitecer olhar as estrelas  e imaginar aquela que brilha é o meu anjo.... e ao se deitar pedir que o inverso aconteça que nossos anjos cuide e olhe por nós ... e agradecer  vencemos mais um dia sem saber quantos dias teremos q vencer mais nunca perde a esperança e a Fé q tudo passará.

Ser mãe de anjo é olhar outras criança e ver nossos anjo nela é pensar que eles estariam assim desse mesmo jeitinho.

Ser mãe de anjo é quando olhamos outras mães com seus filhos e sentimos uma dor no peito que sufoca a alma é a pergunta que não se cala  porque comigo????
Ser mãe de anjo é viver de um passado que planejamos... do presente que foi roubado....  do futuro que não existe mais....

Ser mãe de anjo é se sentir irresponsável que não se dedicamos o suficiente para proteger o filho(a) mesmo sabendo que a " vida te traiu " pois a ordem natural e os filhos enterrarem os pais...no fundo da alma pensamos  q poderia ter se empenhado muito mais....

Ser mãe de anjo é  ser diferente andando nas sombras  viver como um telespectador a vida continua e nos assistindo...

Ser mãe de anjo é ser atriz criar um personagem que se instalou no seu corpo obrigatoriamente,  sorri querendo chorar... dizer que esta bem querendo gritar não estou bem!!!... interagir com outras pessoas querendo esta no casulo da cama... sair querendo na verdade ficar em casa... tentar sonhar com um futuro inserto... com medo de fazer planos que pode se decepcionar mais com a esperança de um dia melhor.

Ser mãe de anjo são mulheres guerreira que foram do inferno ao céu ....no inferno quando descobrimos a morte e no céu acreditando onde estão os anjo que abitaram em nosso ventre.
Ser mãe de anjo é ter a esperança de um  reencontro...se empenhar a tornar  uma pessoa melhor para merecer o céu.


Ser mãe de anjo é uma vida de imaginação de mistério nada de concreto somente a Fé que existe um Deus que não nos puniu mais sim fez o melhor...e acreditar em Deus com toda as forças  para realizar um dia os nossos desejo.



Retirei esta mensagem de um blog de outra mamãe de anjo. Este texto é exatamente o que enfrentamos, tudo muito difícil, mas com muita fé e esperança.
Te amamos sempre e sempre mais minha linda!!!

"eu só quero que você saiba, que eu estou pensando em você, agora e sempre mais. Eu só quero que você ouça a canção que eu fiz pra dizer, que eu te adoro cada vez mais e que eu te quero sempre em paz!"

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Pré-eclampsia


Gostaria de contar um pouquinho do que aconteceu conosco. Minha gestação era"perfeita", fazia um pré-natal  mensal com pressão normal e todos exames de sangue, urina e US sem alterações... tudo perfeito. O que eu sentia apenas era muito enjoo, mas muitas mulheres sentem toda a gestação, entãoo não me preocupei. Até que na consulta de rotina na 32 semana de gestação o GO notou que ela tinha engordado apenas 300 gramas em um mês, então ele solicitou um Dopller. Ali o médico radiologista observou que eu estava desenvolvendo pré-eclampsia. Ela estava bem, mas abaixo do peso. Naquele mesmo dia minha pressão deu um "salto" e foi pra 22/14. Fiquei 24 horas internada até que decidiram realizar uma cesária de emergência pois a pressão não baixava com medicamentos e ela estava entrando no que eles chamam de "sofrimento fetal", ou seja, falta de oxigêneio. A Cecília surpreendeu toda a equipe médica, pois nasceu abaixo do peso (o que era esperado), mas muito forte, chorando e nem precisou de oxigênio. Ficou internada na UTI apenas para ganhar peso, estava bem por 18 dias, mas contraiu uma infecção respiratória e em 12 horas faleceu. Tudo aconteceu muito rápido. Considerava minha gestação muito saudável, peso certo, não tinha nenhuma doença antecedente, alimentação saudável, pré-natal correto.... mas isso não foi suficiente. Então resolvi pesquisar sobre pré-eclampsia, tanto perguntando aos médicos que fui depois de tudo, como pesquisando na internet. Descobri que a pré-eclampsia é mais frequente do que imaginava, perigosa e muitas vezes silenciosa (como no meu caso). Por isso vou postar dados que resgatei da internet, mas todos eu perguntei aos meus médicos e as respostas foram as mesmas. Acho que estes dados podem ser uteis para futuras mamães e também para mamães que assim como eu já passaram por isso.
bjs

"ao longo do caminho sofrerão perdas, mas estas perdas te elevarão o espirito e construirão em tua alma uma fortaleza de amor..."
Te amo cada vez mais minha pequena


A gravidez pressupõe o crescimento de um ser geneticamente diferente dentro do útero da mulher, uma vez que herdou metade dos genes do pai. Ela não rejeita esse corpo estranho, porque desenvolve mecanismos imunológicos para proteger o feto. Em alguns casos, porém, ele libera proteínas na circulação materna, que provocam uma resposta imunológica da gestante, que agride as paredes dos vasos sanguíneos, causando vasoconstrição e aumento da pressão arterial.
A hipertensão arterial específica da gravidez recebe o nome de pré-eclâmpsia e, em geral, instala-se a partir da 20ª semana, especialmente no 3° trimestre.
A pré-eclâmpsia pode evoluir para a eclâmpsia, uma forma grave da doença, que põe em risco a vida da mãe e do feto.
As causas dessas enfermidades ainda não foram bem estabelecidas. O que se sabe é que estão associadas à hipertensão arterial, que pode ser crônica ou especifica da gravidez.

Exames

O médico realizará um exame físico e solicitará testes laboratoriais. Possíveis sinais de pré-eclâmpsia:
  • Hipertensão, geralmente maior do que 140/90 mmHg
  • Proteína na urina (proteinúria)
O exame físico também pode indicar:
  • Inchaço nas mãos e no rosto
  • Ganho de peso
Também serão realizados exames de sangue e de urina. Os possíveis resultados anormais incluem:
  • Proteína na urina (proteinúria)
  • Nível de enzimas hepáticas mais alto do que o normal
  • Contagem de plaquetas inferior a 100.000 (trombocitopenia)
O médico também solicitará outros testes para verificar a coagulação do sangue e monitorar a saúde do bebê. Alguns testes que monitoram o bem-estar do bebê incluem ultrassom de gravidez, teste sem estresse e perfil biofísico. Os resultados desses testes ajudarão o médico a decidir se o parto do bebê precisa ser realizado imediatamente.
As mulheres que, no início da gestação, tinham pressão arterial muito baixa, mas apresentaram um aumento significativo, precisam ser monitoradas cuidadosamente para verificar a ocorrência de outros sinais de pré-eclâmpsia.

Sintomas de Pré-eclâmpsia

Geralmente, as mulheres diagnosticadas com pré-eclâmpsia não se sentem doentes.
Possíveis sintomas da pré-eclâmpsia:
  • Inchaço nas mãos e rosto/olhos (edema)
  • Mais de um quilo por semana
  • Ganho de peso súbito em um ou dois dias
Observação: apresentar um pouco de inchaço nos pés e tornozelos é considerado normal durante a gravidez.
Sintomas de pré-eclâmpsia mais grave:
  • Dor de cabeça constante ou latejante que não desaparece
  • Dor abdominal, sentida principalmente no lado direito, abaixo das costelas. Também é possível sentir dor no ombro direito ou confundi-la com azia, dor na região da vesícula biliar, vírus estomacal ou chutes do bebê
  • Agitação
  • Diminuição da quantidade de urina, não urinar com muita frequência
  • Náusea e vômito (sinal preocupante)
  • Alterações na visão, como perda temporária da visão, sensação de luzes piscando, auras, sensibilidade à luz, manchas e visão embaçada

Tratamento de Pré-eclâmpsia

A única forma de curar a pré-eclâmpsia é realizar o parto do bebê.
Se o bebê já estiver bem desenvolvido (geralmente com 37 semanas ou mais), o médico pode optar pelo parto para que a pré-eclâmpsia não piore. A gestante pode receber diferentes tratamentos para ajudar a iniciar o trabalho de parto ou pode ser necessário realizar uma cesariana.
Se o bebê não estiver totalmente desenvolvido e a pré-eclâmpsia não for grave, a doença geralmente pode ser controlada em casa até que o bebê tenha uma boa chance de sobreviver após o parto. As possíveis recomendações médicas para isso são:
  • Repouso absoluto, deitada sobre o lado esquerdo o tempo todo ou a maior parte do tempo
  • Beber bastante água diariamente e reduzir o consumo de sal
  • Realizar consultas mais frequentes com o médico para garantir que você e o bebê estão bem
  • Tomar medicamentos para diminuir a pressão arterial (em alguns casos)
Procure o médico imediatamente se você ganhar mais peso ou apresentar novos sintomas.
Em alguns casos, a gestante com pré-eclâmpsia é internada em um hospital para que a equipe médica possa monitorar cuidadosamente a mãe e o bebê.
O tratamento pode incluir:
  • Medicamentos administrados por via intravenosa para controlar a pressão arterial e evitar convulsões e outras complicações
  • Injeções de esteroide (após 24 semanas) para ajudar a acelerar o desenvolvimento dos pulmões do bebê
Você e o médico continuarão discutindo o melhor momento para realizar o parto do bebê, levando em consideração:
  • A proximidade da data prevista para o nascimento. Quanto mais avançada estiver a gravidez antes do parto, melhor será para o bebê.
  • A gravidade da pré-eclâmpsia. A pré-eclâmpsia pode causar muitas complicações graves para a mãe.
  • A situação do bebê dentro do útero.
O parto do bebê deve ser realizado se você apresentar sinais de pré-eclâmpsia grave, como:
  • Exames (ultrassom, perfil biofísico) que mostram que o bebê não está se desenvolvendo bem ou não está recebendo a quantidade adequada de sangue e oxigênio
  • O valor mais baixo de pressão arterial apresentado pela mãe for superior a 110 mmHg ou for maior do que 100 mmHg continuamente durante 24 horas
  • Exames alterados da função hepática
  • Dor de cabeça intensa
  • Dor abdominal
  • Eclâmpsia
  • Líquido nos pulmões da mãe (edema pulmonar)
  • Síndrome de HELLP
  • Baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia)
  • Diminuição da função renal (pequena quantidade de urina, grande quantidade de proteína na urina, aumento no nível de creatinina no sangue)

           http://www.minhavida.com.br/saude/temas/preeclampsia

Para quem quer saber mais sobre o assunto de um ponto de vista fisiopatológico, com novos artigos sobre tratamentos e prevenções achei um site ótimo escrito por um Dr. nefrologista: http://www.medonline.com.br/med_ed/med1/preeclampsia.htm

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

homenagem da titia Shaienne

Homenagem que a tia Shana no fez no face pras minhas gringas lindas, a letra do Legião Urbana é perfeita. Te amo também Shana... obrigada por todo o apoio, sem vocês tudo seria muito mais difícil.


AMORES MEUS QUE ESTOU DIVIDINDO COM O PAPAI DO CÉU...
VÓ GUIGA E CECÍLIA... QUE SAUDADE BANDIDA... AMO VCS

Love In The Afternoon

É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais...

Quando eu lhe dizia:
"Eu me apaixono todo dia
E é sempre a pessoa errada."
Você sorriu e disse:
"Eu gosto de você também."

Só que você foi embora
Cedo demais...

Eu continuo aqui
Com meu trabalho e meus amigos
E me lembro de você em dias assim
Dia de chuva, dia de sol
E o que sinto não sei dizer.

Vai com os anjos, vai em paz!
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...

É tão estranho
Os bons morrem antes
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi
Cedo demais...

E cedo demais
Eu aprendi a ter tudo o que sempre quis
Só não aprendi a perder
E eu, que tive um começo feliz
Do resto não sei dizer.

Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre, mas eu sei
Que você está bem agora
Só que este ano
O verão acabou
Cedo demais... — com Andrey Lopes e outras 10 pessoas.

domingo, 11 de agosto de 2013

Feliz dia dos pais





Ao melhor pai do mundo

Procurei frases, versos, dizeres pra homenagear o papai Alisson, mas não achei nada que demonstrasse o que vi nos 19 dias em que nossa pequena esteve com a gente.
O papai Alisson foi o primeiro rosto familiar que nossa pequena viu
... a primeira voz já conhecida por ela
... o primeiro toque de amor
... a primeira música escutada fora da barriga da mamãe foi cantada pelo papai
até  o primeiro beijo foi dado pelo papai.
A mamãe só foi conhecer a princesinha quase 24 horas depois do nascimento, pois não podia levantar da cama
...mas o papai já conhecia o cantinho da incubadora dela
... já conhecia o seu choro
... já sabia como acalma-la
... já conhecia os seus gostos e manhas
Enquanto a mamãe passava horas tirando leite pra alimentar a pequena
o papai ficava estas mesmas horas zelando pelo seu sono, conversava com ela, cantava pra ela, rezava com ela
E quando a mamãe chegava na UTI e via todas as outras mamães com seus bebês no colo
...lá estava o único papai com a dona Cecília no colo.

Sei que tudo que enfrentamos foi muito difícil, mas quero te dizer meu amor que eu não poderia ter escolhido pai melhor pra minha filha... dedicado, amoroso, paciente.
Em tantos momentos de desânimo e desespero de minha parte, quando ela chorava, quando ela ficava acordada e não queria dormir na hora sairmos da UTI, na hora de dormir longe dela e finalmente quando Deus levou-a de nós...  você estava sempre ali ao nosso lado nos consolando e nos dando um pouquinho dessa tua alegria de viver.
Sei também que muitas vezes tu tiveste e tens vontade de chorar, só não o fez pra não me deixar triste, mas quero que saiba que tenho muito orgulho de ti e assim como nós tivemos a chance de ter A MELHOR FILHA DO MUNDO, ela teve a chance de ter também o MELHOR PAI DO MUNDO!!!


Te amo... FELIZ DIA DOS PAIS